quinta-feira, 17 de novembro de 2016

O medo de sermos julgados...

Nós precisamos perder! Não tinha como eu começar esse texto com uma frase que não fosse essa. 

   Estava refletindo sobre muitas coisas e fiquei por algumas horas me questionando quantas coisas e oportunidades perdi por medo do que as outras pessoas iriam pensar ou falar, e se isso realmente valia a pena. E é obvio que a resposta que veio logo em seguida na minha mente foi não, não vale. 

Por muito tempo eu deixei de usar certos tipos de roupas, evitei frequentar certos lugares, deixei de fazer amizade com pessoas que talvez viessem ser minhas melhores amigas; tudo isso por medo do julgamento alheio. E vire e mexe me pego pensando se minha atitude realmente valeu a pena e qual seria o resultado de certas coisas se eu resolvesse fazer diferente, fazer por mim, sem pensar em ninguém. 

   Cheguei a conclusão mais clichê que se pode existir; não importa, não importa se você fez o certo ou errado, não importa se você vai se sentir feliz e/ou satisfeito com as suas atitudes. Certos tipos de pessoas são e sempre serão más, elas sempre irão arrumar uma maneira de julgar e te apontar o dedo, sempre foi assim desde que me entendo por gente, desde que o mundo é mundo. 

   Então galers, o conselho de hoje não só para vocês mas também para mim é; façam o que quiserem e quando quiserem, usem o que vocês estiverem com vontade, experimentem, ousem, se permitam conhecer o mundo e as pessoas. Porque é melhor se arrepender de ter feito do que de nunca ter ao menos tentado.


Para não perder o costume... Como vocês estão? Espero que todos bem. Espero também que tenham gostado e que possam refletir um pouquinho mais sobre o assunto. Não deixem de deixar suas opiniões nos comentários.  

Beijinhos e até a próxima!!!

Comente com o Facebook!

2 comentários:

  1. Cara, é exatamente isso tudo que tu falou. Quem é maldoso, sempre será assim, não importa. A gente fazendo ou não por merecer, eles sempre arranjarão motivos para criticar e julgar.

    Está mais do que certa em fazer o que gosta e quer sem ter medo disso tudo.


    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  2. Olá gatinha estou super bem e muito melhor agora que vocês voltaram.
    Sobre o texto mandou super bem, e começou super bem o texto temos que saber perder e como né, e as pessoas só sabem apontar e apontar esquecem que somos pessoas e temos erros. um beijo grande

    http://www.luizamusela.com.br

    ResponderExcluir